Cassino Gibimba / Lanchonete Maracanã / Shopping Gibimba

 

Como Cassino

Em frente a Praça Pedro Sanches na esquina da Rua São Paulo, ficava o Cassino Gibimba, onde chegou a funcionar um famoso cabaré, criado e dirigido por Biaggio Varalo, onde belas mulheres e artistas da época passavam pelos grandes shows que aconteciam em Poços de Caldas.

1900 Ilustração Gibimba

1900 Ilustração Gibimba de Roberto Junqueira

Em 1925, houve um acidente com o andar de cima que estava lotado e centenas de pessoas, mesas de jogos, piano e outros utensílios caíram para o andar de baixo onde existia o cabaré, que felizmente estava de portas fechadas e sem público, caso contrário o sinistro acidente teria sido mais grave. Mas mesmo assim muitas pessoas ficaram feridas, o piano destruído e teve muito prejuízo, mas felizmente ninguém morreu.

Na década de 1930, a edificação chegou a fazer parte do Hotel D’Oeste, como pode-se ver nestas fotos durante o Carnaval.

Gibimba - Carnaval na década de 30.

Gibimba - Rua São Paulo esquina com Praça Pedro Sanches.

O Gibimba funcionou até a data de 1946. Depois disso o lugar do antigo cassino passou a ser usado para outros fins, como iremos ver a seguir:

 

Como Lanchonete

Em meados de 1980 e 1990, o local passou a funcionar como Lanchonete, Choperia e Pizzaria Maracanã de Serginho Maracanã:

Lanchonete e Chopp Maracanã

Lanchonete e Chopp Maracanã

O lugar era muito frequentado e bem conhecido pelos chops, caiprinhas, porções de calabresa e fritas.

 

Como Shopping

Já hoje em dia o local funciona como Shopping Gibimba contendo uma agência do Banco do Brasil, várias lojas na parte interna no andar inferior e superior.

 

2016 Shopping Gibimba - Foto Rafael E. Henrique

 

Gigimba vista da Praça 2016

 

A História do Acidente de 1925

O historiador Roberto Tereziano, conta com mais detalhes sobre o que aconteceu da época do Cassino Gibimba:

Corria o ano de 1925, a cidade vivia sua vidinha pacata durante vários meses mas que se agitava quando vinha a chamada temporada. Os hotéis e casas noturnas ficavam lotados e as noitadas eram de verdadeira orgia. Em Poços de Caldas, onde hoje é o Shopping Gibimba, e o banco do Brasil, agencia da praça, funcionava o mais famoso cabaré do Brasil, criado e dirigido por Biaggio Varalo. As mais belas mulheres e artistas da época passavam pelos grandes shows que aconteciam em Poços de Caldas.

Aproximava a semana santa e um dos padres da cidade pediu para que os donos de cassino se cabarés respeitassem a semana santa e não abrissem suas casas noturnas, só que no prédio do Gibimba haviam montado o Cassino Caldense, no andar superior e os donos resolveram inaugurá-lo durante a semana Santa. Para agradar a igreja, parte da renda seria doada para o asilos.
Assim, mesmo contrariando a ordem do sacerdote a inauguração foi marcada. Durante a noite, os jogadores foram chegando, o cassimo foi ficando lotado e tudo indicava que a grande noite do pano verde seria um sucesso.
Faltando poucos minutos para a grande festa veio o grande susto: Os jogadores começaram a notar que o assoalho estava lentamente se movendo e antes que as pessoas pudessem esvaziar o cassino o assoalho veio a baixo. Centenas de pessoas, mesas de jogos, piano e outros utensílios caíram para o andar de baixo onde existia o cabaré, que felizmente estava de portas fechadas e sem público, caso contrário o sinistro teria sido mais grave.
Final da historia, muitas pessoas feridas, piano destruído e muito prejuízo, mas, ninguém morreu.
Quem passa hoje pelo Shopping Gibimba, pode subir a escada e olhar um grande viga de madeira que está no chão e serve de banco rústico. Tal viga, que hoje, quase cem anos depois do sinistro, é ainda tão pesada que seriam necessários dez homens para carregá-la, fazia parte das vigas que quebraram e provocaram o curioso acidente. O Comentário da época era de que seria impossível que tal madeira se quebrasse, pois era e ainda é muito forte. A explicação mais aceita pelas pessoas era de que a viga se quebrou por causado atentado contra a fé, ou seja; Com ordem de padre não se brinca.

Fonte:
Viver Poços de Caldas

Viga que caiu em 1925

 

 

Informações Gerais

Estado atual: Modificado.
Telefone: (35) 3721-4250
Endereço: Rua São Paulo, 46 – Centro – 37.701-012 – Poços de Caldas – MG
Localização:

 

Atenção: Este artigo é fruto de um trabalho voluntário feito em base das pesquisas do autor, o qual ele faz por conta própria por amor a cidade e para ajudar a população a conhecer a sua história. Mas para trazermos o melhor conteúdo, precisamos da ajuda de todos com informações ou correções. Por isso se você quiser contribuir, por favor comente abaixo ou envie um email para nos ajudar a Resgatar Poços de Caldas!

contato@resgatandocidades.com

Comentários:

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com