Os primeiros automóveis em Poços de Caldas

Os primeiros automóveis a passarem pela cidade eram importados e obtidos apenas pelas pessoas de classes mais altas. Por isso as ruas eram bem pacatas, quase sem carro, sendo que o método de transporte comum era o de tração animal.

Muitas charretes e poucos automóveis (Coleção José Ranauro)

Nos primórdios haviam muitas charretes e poucos automóveis (Coleção José Ranauro)

INÍCIO DO SÉCULO XX

Em meados de 1905 e 1925, passeava pelas ruas mineiras, os modelos de carros como os “Ford T” da Ford Motors Company  e os “Chevrolet Cabeça de Cavalo” da General Motors Company.

Modelo “Ford T”

Carros modelo “Ford T” passeando pela Rua Junqueiras

Carros modelo Ford “T” estacionados em frente a Estação Mogiana

Este foi o mesmo modelo usado pelo prefeito José de Paiva Azevedo para prestar serviço para população na enchente que ocorreu em janeiro de 1926 na Rua Assis Figueiredo:

José de Paiva Azevedo no Ford T na Enchente de 1926

 

Modelo Chevrolet “Cabeça de Cavalo” de 1925

Acervo Museu Histórico Geográfico de Poços

Chevrolet Cabeça de Cavalo ao lado de charretes - Acervo Museu Histórico Geográfico de Poços

Chevrolet Cabeça de Cavalo ao lado de charretes – Acervo Museu Histórico Geográfico de Poços

Dr Moacir

 

Modelo Conversível:

Coleção José Ranauro

Coleção José Ranauro

Coleção José Ranauro

Coleção José Ranauro

Carro modelo conversível

 

Modelo Caminhonete

Chevrolet Modelo T

Modelo para Corso de Carnaval

Outros modelos conversíveis também eram usados em corso, que eram desfiles de carros nos carnavais:

Rua São Paulo esquina com Praça Pedro Sanches.

Acervo Museu Histórico Geográfico de Poços

Coleção José Ranauro

Acervo Museu Histórico Geográfico de Poços

Batalha de Rosas em 1939 perto do Palace Hotel – Acervo Museu Histórico Geográfico de Poços

 

Modelo para Funerária

Carro Funeraria

Coleção José Ranauro

Modelo para Corridas

Também tinha modelos conversíveis que eram usados em corridas. Poços de Caldas teve diversos circuitos em que era muito comum de acontecer nas rua centrais da cidade:

Modelo Lotus 71 em  1924

Modelo Lotus 71 em  1924

Corrida na Francisco Salles

Corrida na Francisco Salles

Entre as décadas de 1930 e 1940, mais carros importados começaram a surgir na cidade, como podemos ver nesta foto na Praça Pedro Sanches, um modelo com janelas traseiras Split que aparentemente se assemelha ao”Ford Sedan Tudor” ao lado de outros “Ford T”. Além disso também é possível de ver as antigas charretinhas de bodes para crianças:

Praça Pedro Sanches

Acervo Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas

Após a inauguração do Palace Hotel em 1931, ele tinha o seu próprio modelo de transporte turístico:

Acervo Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas

Acervo Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas

Nos anos de 1940 teve períodos complicados por causa da Segunda Guerra Mundial, mas após este período de conflitos, muitas coisas mudaram para a indústria automobilística à partir de 1947, quando começou a ter vários modelos elegantes como Cadillac, Citroen, Bugatti e Rolls Royce:

Acervo Museu Histórico e Geográfico de Poços

Acervo Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas

Acervo Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas

Acervo Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas

Acervo Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas

Corso de Carnaval em 1940- Acervo Décio Alves de Moraes

Corso de Carnaval em 1940 – Acervo Décio Alves de Moraes

INÍCIO DA INDÚSTRIA BRASILEIRA DE AUTOMÓVEIS

Na década de 50, a industria automobilística brasileira começava a fabricar seus primeiros carros, sendo o primeiro o “DKW” / “DKV” pela Vemag em 1958. Estes carros chegaram a serem usados em corridas em Poços de Caldas, como podemos ver nesta foto abaixo em um Rally neste anúncio da Pirelli em que temos o radialista descendente de italianos, o “Barão” Wilson Fittipaldi, com a sua esposa polaca Józefa “Juzy” Wojciechowska e seu filho Emerson Fittipaldi, futuramente tornara um dos maiores pilotos de Fórmula 1 do Brasil:

Rallye Poços de Caldas- Pirelli

 

A partir desta década muitos outros carros surgiram na cidade e nos corsos de carnavais já se tinha uma grande variedade de modelos.

O site “Antigos Verde Amarelo” identificou nesta foto os modelos passando na Rua Junqueiras, próximo ao antigo Cassino Imperial: “Chevrolet Power-Guide conversível 1951, Studebaker Commander 1951, Ford Custom 1951, Ford Consul, Dodge Kingsway 1951, duas Willys Station, Pick-Up Willys, Jeep, Henry J., Ford 1946/47, Vw Sedan Split Window, Cadillac 1951, Oldsmobile 1946, Chevy conversível e uma raríssima Kombi Barn-Door modelo Samba, que tem 23 janelas contando as do teto e também uma grande abertura no teto fechada com uma lona.”

Carros Poços 50

fonte memoriadepocos.com.br

 

A seguir carros na década de 50 em frente ao comitê do partido PSD na Rua Prefeito Chagas:

psd dec 50 prefeito chagas

Acervo Décio Alves de Moraes

 

Na década de 50 também teve um modelo curioso chamado Matador, fabricado na Alemanha com motor VW.

Matador na Av. Francisco Salles – Acervo Décio Alves Moraes

Matador Década de 50

Em 1961 temos o Irineu Augusto de Mello e seu irmão José Augusto no II Rallye:

DKW Rallye Poços

Fonte:  antigosverdeamarelo.blogspot.com.br

Em 1963, tinha na cidade estes lindos modelos: Cadillac 1959/60 e Chevrolet Bel Air 1956, que podemos ver nestas fotos:

Acervo Roberto Tereziano

Carro Bel Air no Hotel Quisisana

fonte memoriadepocos.com.br

Cartão postal do Palace Hotel / Palace Cassino (fonte memoriadepocos.com.br)

No final dos anos 60 e no decorrer dos anos de 1970, muitos modelos que marcaram a história e o consumo de automóveis aumentou tanto que algumas ruas começaram a ter que mudar para mão única. A década foi marcada por modelos Volkswagen Variant, Chrysler Dodge, Chevrolet Opala, Charger R/T, Landau, Chevette, Brasilia, Maverick, Corsel, Fiat 147, Passat, Kombi e os populares Fusca.

Carro anos 70 Poços 2

Carro anos 70 Poços

Kombi saindo da concessionária Volkswagen Pocauto

Fuscas na Rua Assis Figueiredo nos anos 70 – Coleção José Ranauro

Falando em Fuscas, não podemos esquecer o clássico filme “Se o meu Fusca Falasse” de 1969 que na estreia do filme tivemos o modelo Herbie no Cinema São Luiz :

Herbie na estreia do filme em Poços de Caldas

Herbie na estreia do filme em Poços de Caldas no Cinema São Luiz

Muitos modelos vendidos nesta época continuaram a serem usados nos 80, 90 e muito das vezes ainda são vistos pelas ruas até hoje em dia:

Agência concessionária Toyota Sul Minas e Chevrolet Opala SS, modelo 1976

Rua Junqueiras em 1984

Rua Junqueiras em 1984 (Acervo Jair Alves Rabelo)

Rua Assis Figueiredo na década de 90 (Acervo Cecilia M. Kirchner)

Kombi em 2017

Kombi em 2017

FEIRAS DE CARROS ANTIGOS

Hoje em dia a maioria destes carros antigos podem serem vistos nas exposições de automóveis que acontecem todos os anos no Parque Affonso Junqueira, como o Poços Classic Car e o Blue Cloud DKW, o qual vocês podem ver como foi a edição 2017 pelos vídeos abaixo:

 

 

 

Referências

Iarochinski Blog

Memoria de Poços

CarroAntigo.com

Antigos Verde Amarelo

São Paulo Antiga

 

Agradecimentos para elaboração deste artigo:

Alceu Gaiga

Tinil

Cecilia M. Kirchner

Rubens Caruso Jr.

Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas

Assuntos deste artigo: ,

Atenção: Este artigo é fruto de um trabalho voluntário feito em base das pesquisas do autor, o qual ele faz por conta própria por amor a cidade e para ajudar a população a conhecer a sua história. Mas para trazermos o melhor conteúdo, precisamos da ajuda de todos com informações ou correções. Por isso se você quiser contribuir, por favor comente abaixo ou envie um email para nos ajudar a Resgatar Poços de Caldas!

contato@resgatandocidades.com

Comentários:

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com