Sugestão de Museu Ferroviário para a Estação Fepasa

O ramal da Estação Mogyana foi inaugurada em Poços de Caldas em 1886 por Dom Pedro II. Após esta data, a cidade começou a se desenvolver turisticamente e urbanisticamente. Em uma cidade em que era praticamente um lamaçal, hoje é a maior cidade do sul de minas. Tudo isso foi graças as águas sulfurosas, pois a cidade teve muitas visitas para se curarem com as preciosas águas termais. Devido a riqueza natural dos solos, o local foi sendo explorado para extração de diversos tipos de minérios, o qual a cidade é um dos principais lugares para exportação até hoje. Com isso, teve muitas extrações na cidade, que além da Estação Mogyana, também teve a Estação Bauxita, onde ainda há extração e transporte pela Companhia Brasileira de Alumínio (CBA) via ferrovia para outras cidades.

Estação Mogyana

A partir dos anos 70, ela passou a ser a Estação Fepasa, funcionando nos fins de semana para turismo, mas em 1998 foi desativada, tendo os trilhos até a Estação Bauxita retirados. Desde então a Estação foi sendo usada para outros propósitos, como para Guarda Municipal e depois como Secretária de Turismo, que é como se encontra até hoje.

Retirada dos trilhos da Estrada de ferro em 1998

Devido as estas diversas formas de utilizações, houve muitos protestos para que a Estação voltasse a ser reativada. Com isso teve várias lutas e tentativas para a volta do trem turístico, como entre 2016 e 2017, onde teve até uma verba destinada para a sua reativação. Porém, apesar de tudo isso, a reativação não foi possível pois a licitação não foi entregue no prazo, então os recursos oferecidos pela Codemig foram todos perdidos. Nisso houve a tentativa para conseguir prorrogar o prazo, mas também não foi possível, deixando a estação na mesma triste situação em que podemos encontrar já faz anos, como prova estas fotos:

O OBJETIVO DO MUSEU FERROVIÁRIO

A intenção de transformar a Estação em Museu é poder valorizar o patrimônio histórico, proporcionando reformas para que o ambiente seja visitado e apreciado, já que por anos esteve passando por maus momentos em relação a sua preservação como vimos anteriormente.  

Como Museu, permitirá as pessoas conhecerem a história da estação e também contribuir para o seu crescimento. Desta forma seria mais uma atração turística para agradar os fãs da ferrovia, turistas e moradores de todas as idades. Assim se investirem cada vez mais no Museu, ele poderá ter exposições e atrações turísticas sobre diversos temas ferroviários a ponto de se tornar referência para todo o país.

Para executar esta sugestão, separei aqui em metas para que aos poucos pudesse ser atingida, assim cada vez que o Museu for crescendo poderá ter mais atrações:

 

PRIMEIRA META:
EXPOSIÇÃO DA MEMÓRIA FOTOGRÁFICA

1) Quadros em paredes: Utilizar as paredes para mostrar as fotos da estação em ordem cronológica, podendo ter na área externa e dentro das salas.

1- Quadros

2) Quadros com histórias: Estes quadros poderiam mostrar relatos sobre a Estação, como a inauguração por Dom Pedro II, sobre a vinda do presidente de Minas Gerais Antônio Carlos e entre outras histórias, fotos, informações, relatos e curiosidades.

2- Descrição

3) Quadros com cavalete: Para estarem sendo exibidos em salas, na área externa ou em outros lugares da estação quando for necessário o deslocamento dos quadros.

3- Exposição com suporte

4) Quadros com explicações: Expor informações sobre os elementos da ferrovia na praça dos imigrantes ou onde estiver componentes importantes na Estação. Exibir plantas, funcionamento,histórias e curiosidades a respeito.

4- Explicação de componentes


SEGUNDA META:
EXPOSIÇÃO DE RÉPLICAS E OBJETOS

1) Ferromodelismo: Exibir réplicas de trem das épocas da Mogiana e Fepasa nas salas. A mesa com as réplicas podem estar com uma maquete mostrando todo o trajeto que tinha entre a Poços de Caldas e Águas da Prata até 1998.

Foto Rafael Correa

Trem a Diesel em Poços de Caldas em 1973

Ferromodelismo

Réplica do mesmo modelo da Mogiana

2) Exibição de artefatos ferroviários: Amostra de qualquer tipo de elemento que pertence ou que faz parte da ferrovia, como sinaleiros, trilhos e até roupas, chapéu, relógios e entre outros elementos:

Exemplo: Museu Ferroviário de Indaiatubana

 

TERCEIRA META:
EXPOSIÇÃO DE VÍDEOS E REALIDADE VIRTUAL

1) Exibição de vídeos: Salas com exibição de vídeos para o público. Pode haver uma sala para mostrar vídeos em que fique rodando o tempo todo, como também pode ter uma sala em especial que ao completar um número de visitantes e agendar horários para exibir diversos tipos de vídeos explicativo sobre a ferrovia junto com palestras mostrando a sua importância do trem, como pode também exibir vídeos da história da Estação de Poços.

Sugestão de sala de vídeo

Ideia de exibição de vídeo

2) Realidade Virtual: Graças ao avanço da tecnologia, é possível de fazer um passeio turístico virtual entre Poços e Águas da Prata utilizando óculos de realidade virtual para que possam ter uma experiência interativa com a ferrovia. Para desenvolver isso pode fazer concurso com escola de design gráfico, manipulação em 3D, arquitetura e de cursos computacionais.

Realidade Virtual

3)  Simuladores de trem: Uma forma das pessoas terem uma experiência de pilotar os trens que mais sonha para fazer o trajeto entre Poços e Águas da Prata ou demais regiões.

Simulador de trem

Exemplo de vídeo da USP

Exemplo de vídeo da USP

 

QUARTA META:
EXPOSIÇÃO REAL

1) Trazer vagão A-11 para a Estação: Hoje temos um antigo vagão estacionado em frente ao Palace Cassino que era um antigo restaurante. Ele se encontra em inatividade depois do outro ter sido queimado por um acidente. Este vagão poderia ser trazido para a Estação para que as pessoas pudessem entrar dentro dele e poderia ter uma atração como palestras.

7 - Vagão A11

2) Adquirir vagões, bondes e máquinas maria fumaça para exposição: Em um Museu o que mais chama atenção é das pessoas poderem ver as máquinas para tirar selfies fora ou dentro. Apenas a sensação de poder entrar em um vagão como esse, já faz todos viajaram no tempo. Além disso pode-se fazê-los funcionar dentro do ambiente do Museu.

8 - Exposição Maquina

Montagem mostrando um exemplo de exposição da máquina Maria Fumaça

8 - Exposição Maquina 2

Montagem mostrando um exemplo da máquina Maria Fumaça funcionando neste ambiente do Museu

 

SUGESTÕES DE REFORMA

Para que o Museu possa ter um cenário melhor, é necessário que o local seja reformado mantenha características originais do imóvel tombado. Para isso podemos sugerir as seguintes reformas:

1) Recolocação dos trilhos no pátio da estação: Seriam colocados apenas nas áreas onde está a estação, o objetivo é dar a sensação real da estação como era antes. Assim poderiam colocar máquinas e vagões expostas sobre eles. Isso é porque além das máquinas, muitos gostam de tirar fotos nos trilhos.

9 - Trilhos

2) Retirada das estruturas de trás: Voltar a plataforma de embarque como era no original, tirando estes puxadinhos que foram construídos atrás.

Como está agora:

Construções em volta e pichações

Como deve voltar a ser:

Poços de Caldas em 1984

3) Escrita: Como tinha antes, deixar escrito “P. Caldas” do lado direito da estação, pois quanto mais assemelhar ao original é melhor paras as pessoas tirarem foto com atrações clássicas.

Como era antes:

Estação de Poços de Caldas em 1930

Como está agora:

Como seria com a reforma:

14 Escrita

Como seria com a reforma

4) O antigo armazém: O antigo armazém que foi usado para posto de gasolina, poderia ser usado o espaço para comércio e venda de souvenir relacionado a estação e trem. Desta forma o espaço seria reformado e retirado toda a estrutura do posto de gasolina que já se encontra desativado.

12- Armazem

5) Instalação de Lambrequins: Seria interessante manter uma aparência clássica instalando em cada beiral da estação.

10- Lambrequim

6) Colocar um trilho na parte da frente estação com bonde: Além de mostrar como era antigamente, já seria uma primeira atração turística para chamar atenção. Mas neste espaço poderia qualquer monumento para chamar atenção para o Museu, como poderia ter Dom Pedro II indicando o Museu.

11- Bonde

SUGESTÕES DE PASSEIOS TURÍSTICOS

Os trenzinhos turísticos já existentes na cidade poderiam fazer passeios para sair da Estação Fepasa até outros lugares para fazerem passeios turísticos de trem.

Trenzinho Estação

1) Do Museu para Véu das Noivas: O carro trenzinho poderia levar as pessoas para conhecerem o trenzinho do ponto turístico.

trajeto - veu das noivas

trem veu das noivas

 

2) De Museu para Estação Bauxita: Os diversos trenzinho turístico que temos hoje na cidade poderiam levar as pessoas do Museu para irem até a Estação Bauxita e vice-versa. Palestrantes poderiam informar as pessoas sobre o funcionamento da CBA e a Estação Bauxita. Se esta Estação for reutilizada para turismo até Águas da Prata, poderiam reformar todo o local em volta e as casas para fazerem uma vila da Estação, com venda de souvenir, restaurantes e venda de passagem.

Trajeto para Ida e Volta

trajeto museu para bauxita - volta

Montagem para mostrar o trenzinho saindo da Bauxita, logo que os passeiros cheguem de Águas da Prata para levar as pessoas para o Museu Ferroviário:

13 Trem Bauxita

13 Trem Bauxita 2

 

Se você gostou desta sugestão, por favor clique no seguinte botão para responder um pequeno questionário que irá ajudar a analisarmos a viabilidade do projeto:

 

Localizaçao da Estação Fepasa:


Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com