Se os Bondes voltassem a circular em Poços de Caldas

Antigamente existiram bondes de tração animal circulando pelo centro da cidade, agora imaginem se os bondes voltassem a circular pela cidade em uma versão elétrica?

Se os bondes voltassem a circular

Montagem Bonde em Poços de Caldas

Explicações:

1) Quando foi que existiu bonde em Poços de Caldas?

Em meados de 1880 e 1900 existiu um bonde de tração animal na cidade. Infelizmente não temos nenhum registro fotográfico do bonde passando pela cidade, porém temos esta ilustração que mostra como era a cidade em 1880:

Acervo Museu Histórico e Geográfico

Bonde puxado por burros no quadro de Barbosa Gonçalves

E nesta foto da coleção de José Ranauro podemos também ver o trilho do bonde em frente a antiga Estação Mogiana, o qual pegava as pessoas que chegavam de trem e levava para os hotéis da cidade:

Estação Ferroviária no início do século XX

Acervo Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas

Outro ponto era próximo ao Parc Hotel, onde também vendia passagem e as pessoas esperavam o bonde passar para ir aos hotéis como pode-se ver nesta foto a seguir:

Trilhos do bonde próximo ao Parc Hotel

Trilhos do bonde próximo ao Parc Hotel

Além disso, temos também relatos em alguns livros, como por exemplo nesta parte do livro de Homero Benedicto Ottoni:

“A Câmara concedeu a 10 de outubro (de 1892) a Marcos Antônio Teixeira a exploração do transporte por carris urbanos, tração animal, bitola métrica. O trajeto principal, circular, passaria pelos hotéis, e iniciando na estação da estrada de ferro, seguia pela rua da estação, praça Senador Godoy (Praça Pedro Sanches), rua Junqueiras, Marquês do Paraná (Rua Assis Figueiredo) até a rua da Vala (Av. Francisco Salles), ou do Canal de Desvio, donde regressava.”

 

2) E como foi feita esta montagem?

Foi utilizado uma foto do bonde da cidade de Lisboa em Portugal e adaptado para cidade de Poços de Caldas. A intenção seria mostrar como poderia ser em Poços se a utilização de bondes fosse mantida e modernizada para a versão elétrica como ainda temos em algumas cidades do Brasil, como por exemplo em Santos no estado de São Paulo.

 

3) Seria possível desta montagem tornar realidade?

É uma questão delicada, porque apesar disto enriquecer o turismo, também poderia tornar o trânsito ainda mais complicado, já que as pessoas não acostumaram em ter um bonde com trilhos passando pelas ruas da cidade no decorrer dos anos. O fato dos trilhos atrapalharem os carros foi exatamente o motivo que foi pedido para que retirassem os trilhos e parassem de circular os bondes na cidade em 1899.

Então para implementar isso teria que dividir a rua em duas partes, uma para os bondes e outra para os carros e outros veículos. Todo planejamento teria que ser feito para atender também bairros mais afastadas para ter um bom aproveito da implementação do bonde, o que levaria uma grande mão de obra e um processo  demorado de adaptação.

 

4) Mas teria algum benefício em voltar com os bondes?

Os bondes fortalecem muito a imagem turística que a cidade tem para as pessoas. Podemos ver que existem várias cidades dentro e fora do país que resolveram voltar e manter a tradição dos bondes. Veja alguns exemplos:

 

Além disso é uma forma de gerar empregos, pois muitas pessoas iriam querer de andar de bonde pela cidade por ser algo tradicional. Em Santa Teresa – RJ, quando houve um problema que teve de parar a circulação dos bondes, muitas pessoas fizeram pedidos para que voltasse a utilização, até que então o bonde voltou. Ou seja, acaba virando um costume cultural depois de implementado.

 

5) Mas existe alguma forma de haver o bonde sem que atrapalhasse o trânsito?

Existem outras formas para implementar o bonde também, é claro que pode não chamar tanta atenção como seria se implementasse de forma tradicional, mas vejam os exemplos:

Com lugar apropriado:

Adaptação do Bonde no Parque

Bonde no Parque Taquaral – Campinas – SP

Na cidade de Campinas – SP, haviam bondes pela cidade, mas com a modernização, eles foram retirados. Hoje ainda é possível andar de bonde em uma área afastada, no Parque Taquaral, que é uma área de lazer que não prejudica trânsito algum. Seguindo este método poderia implementar por exemplo o bonde em um Parque Municipal, Horto Florestal, Véu das Noivas ou em algum espaço maior assim para as pessoas matarem a vontade de andar de bonde.

Como Bonde Motorizado:

Adaptação de ônibus para bonde antigo

Ônibus “Bonde” de Barra Bonita – SP

Uma forma também é fazer que nem a cidade de Barra Bonita – SP, que adaptaram os “Trenzinhos turístico da alegria motorizados” para um formato de bonde tradicional, desta forma ele pode andar em qualquer lugar da cidade sem depender de trilhos. Talvez essa seja a forma mais fácil de adaptar os bondes em Poços de Caldas sem que prejudique o trânsito, porém quem gosta do tradicional pode não apreciar a adaptação, mas é uma forma válida de manter a história da cidade.

 

6) E existe alguma petição ou manifestação para voltar o bonde turístico em Poços de Caldas?

Não porque o tempo que o bonde ficou na cidade foi um período muito curto e distante, por isso não chegou a ser algo tradicional para a cidade. A maioria das pessoas também não tem a consciência da existência do bonde na cidade, principalmente porque houve pouquíssimos registros para mostrar que a cidade chegou um dia a ter um bonde circulando pelo centro da cidade. Mas, como o município é uma cidade gêmea da cidade portuguesa Caldas da Rainha, seria muito interessante que ela pudesse também se assemelhar a este aspecto da cultura portuguesa, o que faria com que a cidade ficasse ainda mais atraente turisticamente.

 

Bom, agora se quiserem saber mais sobre os bondes em Poços de Caldas, clique no link a seguir:

Bondes de tração animal

 

E este foi o lugar onde foi tirada a foto:


Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com